Quando o assunto é criar um site na internet, a linguagem de programação PHP é quase sempre mencionado. Mas afinal o que é PHP e para que serve essa linguagem de programação?

O PHP é uma das coisas mais comum em todos os provedores de hospedagem de sites da atualidade, na realidade, todos os provedores de hospedagem de sites na internet suportam o PHP. Não restam dúvidas que o PHP é uma das linguagens de programação mais populares na Web. A linguagem é utilizada por gigantes da tecnologia como Wikipédia, Facebook e Yahoo.

O PHP é uma linguagem criada primariamente para a Web, como um gerador dinâmico de códigos HTML, mas também pode ser utilizada para uso geral.

Com o destaque dessa linguagem de programação, ela se tornou extremamente poderosa e está por trás de diversas aplicações avançadas. Continue lendo o artigo para saber mais informações sobre o que é o PHP e para que serve essa linguagem de programação.

O que significa PHP?

O PHP é uma linguagem de programação gratuita e de código aberto. Apesar de ser classificada como uma linguagem de uso geral, o PHP é especialmente adequado para o desenvolvimento web e pode ser embutido em documentos HTML.

Aparentemente é uma sigla, porém, na verdade é um acrônimo recursivo que significa Hypertext Preprocessor. Embora inicialmente e por um curto período, PHP foi chamado de Personal Home Page Tools pelo seu criador Rasmus Lerdof.

Inicialmente, o PHP era apenas um conjunto de scripts para acompanhar os acessos de um projeto para o currículo online.

Os scripts não passavam de um conjunto de binários CGI (Commom Gateway Interface) escritos em C, que alguns anos depois deram origem a uma das linguagens de programação mais populares do mundo.

Ao liberar o código, Rasmus já tinha conferido à linguagem algumas especificidades e usos que são conhecidos até os dias atuais. As variáveis do estilo Perl, sintaxe HTML e interpretação automática de formulários já foram implementadas naquele ano, embora muito mais rudimentares do que hoje.

Melhorias do PHP ao decorrer dos anos

O PHP passou por várias versões, sendo que as de destaque foram a 3, 5 e 7. O PHP 5 foi a versão mais popular do PHP e até hoje é oferecida em diversos servidores de hospedagem web.

PHP 2/FI – versão beta inicial do PHP, lançada em 1997, ainda não estava pronta para ser usada em produção.

PHP 3 – ainda 1997, o PHP passou a ser orientado a objetos, suporte para bancos de dados comerciais e novos protocolos;

PHP 4 – implementou métodos para permitir maior interação com outros componentes e linguagens da web;

PHP 5 – em 2004, o PHP reformulou sua orientação de objetos, trazendo mais visibilidade para interfaces e construtores;

PHP 7 – trouxe melhorias no desempenho e estabilidade, chegando dobrar o desempenho em algumas aplicações.

Hoje, a recomendação é que utilize o PHP em sua versão atual, que tenha suporte do desenvolvimento web e principalmente na parte da segurança

Será que vale a pena aprender programar em PHP?

Essa questão é uma das perguntas mais populares quando há o interesse em aprender alguma coisa nova, principalmente na área de tecnologia é: “vale a pena aprender a linguagem X?”.

Essa pergunta é comum em fóruns, comunidades e grupos de desenvolvimento de websites. Com tantas linguagens de programação, não é tão simples saber qual a melhor para começar a aprender.

Mesmo para quem pretende desenvolver para web, existem outras linguagens bastante relevantes para esse fim, como Python, Ruby e Java.

Mas por que aprender PHP no lugar de qualquer uma dessas outras linguagens? O que o PHP tem de especial para se destacar em meio a outras tecnologias da web?

Para quem está com essa dúvida, aqui vão algumas das vantagens de escolher o PHP.

Popularidade – a linguagem aparece no top 10 de todos os rankings das linguagens de programação mais usadas no mundo;

Mais usada para sites – a linguagem é usada em quase 80% dos sites na Internet como linguagem de back-end;

Curva de aprendizado – programação é difícil para a maioria das pessoas, mas o PHP tem uma estrutura fácil de aprender;

Materiais de referência – tem uma comunidade imensa, não faltam materiais de referência para aprender a linguagem;

Disponibilidade de frameworks – não faltam frameworks PHP para ajudar no desenvolvimento, como Laravel, Zend e Symfony;

Melhores CMS – A linguagem está por trás de sistemas amplamente usados, como WordPress, Magento, Moodle, phpBB e muito mais.

Além disso, é muito fácil encontrar uma hospedagem de site barata e de baixo custo que suporte PHP. Assim, se você quer economizar ou tem um orçamento limitado para desenvolver um site, o PHP é uma excelente escolha.

Mas nada é perfeito, e mesmo o PHP possui desvantagens. Sua estrutura permite fazer a mesma coisa de muitas formas, e isso pode acabar tornando o código mais propenso a falhas. A linguagem também não é ideal para aplicações que não sejam para web, apesar de algumas bibliotecas permitirem esse uso.

Quais são as possibilidades de criação em PHP?

Conhecendo os produtos e serviços que listamos anteriormente, você já sabe que o PHP consegue fazer muitas coisas. As aplicações do PHP são muitas:

Os sistemas de fórum mais populares (phpBB, IPB, vBulletin) utilizam PHP;

Lojas virtuais usam muito o PHP em sistemas de e-commerce como Magento e WooCommerce;

Os CMS mais populares – WordPress, Drupal e Joomla – usam PHP como linguagem principal.

Se você já sabe o que é HTML, CSS, JavaScript, você pode deixar as suas páginas muito mais dinâmicas e poderosas, e diminuir a sobrecarga no navegador, melhorando a experiência do usuário. Com o PHP é possível criar formulários, gerar páginas dinâmicas e conectar com bancos de dados.

Aprender esta linguagem certamente vale a pena, afinal, é simples para um iniciante assimilar e tem muito a oferecer para os programadores profissionais.

Conclusão

Agora que você já sabe o que é PHP, ficou clara a importância da linguagem para o desenvolvimento web e a criação de sites. Com mais de 20 anos, a linguagem de programação está bem estabelecida no mercado e continua sendo utilizada ativamente em muitos projetos.

Você pode começar a praticar a programação com PHP sem pagar nada, utilizando uma hospedagem de site com os primeiros 30 dias totalmente grátis – que vai funcionar como um ambiente de testes e aprendizado. Mas quando se trata de hospedar um projeto sério, como um site profissional ou loja virtual, é importante escolher a melhor hospedagem de sites possível.

Visite: https://www.hostec.site/hospedagem-de-sites e escolha a opção de hospedagem de site com os primeiros 30 dias de teste totalmente grátis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Por favor insira um endereço de email válido.

Menu